O piloto Robert Kubica (BMW) deixou nesta segunda-feira (11) o hospital após o grave acidente que sofreu ontem durante o Grande Prêmio de Montreal. Mesmo com a gravidade da batida, o polonês sofreu apenas uma torção no tornozelo direito e já fala em participar da próxima etapa do Mundial de Fórmula 1, neste domingo, em Indianápolis, nos Estados Unidos.

"Como vocês podem ver eu estou em boa forma e espero poder correr em Indianapolis se os médicos me liberarem", disse o piloto da BMW, que acrescentou: "Estou me sentindo muito bem. Tive muita sorte e saí quase ileso, nada em mim está doendo.

Um porta-voz da BMW disse que Kubica, saiu do hospital dirigindo mas caso não seja liberado para o GP dos Estados Unidos, a escuderia já tem o alemão Sebastian Vettel pronto para substituí-lo.

"Eu acho que se o acidente tivesse acontecido há dez anos, ele não teria sobrevivido", disse o chefe da BMW Mario Theissen, ao site da Autosport.