O ala Kobe Bryant foi multado nesta quarta-feira em 100 mil dólares por ter proferido um insulto homofóbico contra o árbitro da partida entre Los Angeles Lakers e San Antonio Spurs, na noite de terça-feira.

Depois que o árbitro Bennie Adams marcou uma falta técnica contra o Lakers, Bryant ficou irritado, jogou uma toalha sobre o banco de reservas, proferindo a seguinte ofensa: ‘fucking faggot’. O momento foi flagrado por câmeras de televisão.

Poucas horas depois do ocorrido, na tarde desta quarta-feira, a NBA já anunciou a punição. David Stern, principal dirigente da liga, fez o comunicado da multa e ressaltou que esse tipo de atitude não pode ser tolerada, ainda que em um momento de emoção.

Antes, entidades de defesa dos direitos homossexuais condenaram o ocorrido e exigiram desculpas públicas de Bryant, que logo vieram: “O que eu disse de noite não pode ser interpretado literalmente. Minhas ações foram por conta da frustração que senti no calor do momento. As palavras que disse não refletem meus sentimentos a respeito das comunidades gay e lésbica e não tinham a intenção de ofender ninguém”, garantiu.