São Paulo – Com uma vitória por 2 x 1 sobre o Siena, no estádio San Siro de Milão, o Milan chegou aos 45 pontos no campeonato italiano e assumiu a liderança isolada da competição, deixando a Roma, com 43 pontos, na vice-liderança.

A partida de ontem estava programada para dezembro do ano passado, mas foi adiada por causa da disputa entre Milan e Boca Juniors pelo Mundial Interclubes. Agora, todas as equipes do Italiano têm o mesmo número de jogos.

O Milan, que contou com atuação do argentino Fernando Redondo durante toda a partida, abriu o placar aos 38 minutos do primeiro tempo, com um lindo gol de Kaká, que marcou pela sétima vez no Campeonato Italiano. O brasileiro recebeu passe de Shevchenko, tirou o zagueiro da jogada ao dominar a bola e tocou no canto esquerdo do goleiro.

Apenas dois minutos depois, foi a vez de Dida se destacar. Ele defendeu um pênalti cobrado pelo brasileiro Fernando Menegazzo, ex-jogador do Juventude, que nesta quarta acertou definitivamente sua transferência para o clube da Toscana. O volante bateu no canto esquerdo de Dida, que fez grande defesa.

O segundo gol saiu aos 8 minutos da segunda etapa: Brocchi chutou de longe, o goleiro Rossi não conseguiu segurar e cedeu o rebote. O dinamaraquês Tomasson só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Aos 41 minutos, o Siena, que já tinha promovido a estréia do recém-contratado Júnior no lugar do volante Taddei, ex-Palmeiras, conseguiu marcar seu primeiro gol. Após um chute errado, a bola sobrou para o norueguês Flo, que, cara a cara com Dida, não teve dificuldades para marcar.