Mesmo bicampeã italiana, a Juventus segue determinada a reformular seu elenco para voltar a brigar entre as grandes equipes da Europa. Nesta quinta-feira, o clube oficializou a contratação do zagueiro Angelo Ogbonna, que chegou a ser pré-convocado para defender a Itália na Copa das Confederações, mas entrou na última lista de cortes do técnico Cesare Prandelli.

De acordo com a Juventus, serão pagos 13 milhões de euros durante três anos ao Torino pelo defensor, que tem 25 anos e é de origem nigeriana. O clube alvinegro ainda terá que pagar ao rival caseiro outros 2 milhões de euros no caso do alcance de alguns objetivos estipulados em contrato. Assim, a soma total pode chegar a R$ 45 milhões.

Mas a Juventus não tem dinheiro sobrando. Como também já havia contratado Llorente e Carlito Tevez para o ataque e ainda quer Diamanti, o clube de Turim teve que se desfazer de um dos seus principais jogadores. Nesta quinta, o técnico Antonio Conte confirmou que o atacante Giaccherini, que defendeu a Itália na Copa das Confederações, acertou com o Sunderland.

No novo clube, Giaccherini será treinado por Paolo Di Canio, ex-atacante. A transação, segundo a imprensa italiana, custou 8 milhões de euros ao time inglês. “Era inevitável ter uma perda dolorosa, mas não estou feliz pela saída de Giaccherini”, disse Conte.