Depois de um sábado de fracos resultados para a equipe brasileira, o judoca Luciano Correa conquistou neste domingo a medalha de bronze no último dia do Grand Prix de Düsseldorf, na Alemanha. Na semifinal, ele foi derrotado pelo japonês Takamasa Anai, líder do ranking mundial na categoria até 100 quilos.

“Cheguei aqui querendo ter a chance de me confrontar com ele [Anai]. Foi uma luta muito difícil e quero revê-la muitas vezes para avaliar meus erros. É importante poder confrontar com quem está bem no momento. Fiz um bom número de lutas em todas as competições, e esse também era outro objetivo meu para poder pegar ritmo”, analisou o judoca.

A competição na Alemanha encerrou o giro da equipe brasileira pela Europa. No retorno para casa, Luciano Correa promete focar a parte técnica, visando a pontuação para o ranking olímpico.

“Vou chegar ao Brasil e dar muita ênfase à parte técnica para, a partir de maio, quando começa a valer a pontuação para o ranqueamento Olímpico. De todo modo, a regularidade que vim mostrando neste começo de ano será fundamental para tentar uma vaga em Londres. E esses resultados até agora me motivam bastante”, comentou.

Ainda neste domingo, a equipe brasileira ficou em quinto lugar com as judocas Mayra Aguiar, categoria até 78kg, e Maria Suellen Altheman, acima de 78kg. Mayra venceu apenas uma luta e foi derrotada pela russa Natalia Kazantseva. Maria Suellen também conquistou uma vitória e perdeu da alemã Franziska Konitz.

“No feminino, viemos com um time bastante jovem. Foi a primeira temporada internacional da Mayra no 78kg, por exemplo. Já no pesado, faltou experiência à Suellen para vencer a luta contra a alemã nas quartas de final. Estamos confiantes no que vem sendo feito e nos resultados que vamos conquistar ainda”, avaliou Ney Wilson, coordenador técnico da Confederação Brasileira de Judô.