Em campo, uma equipe equilibrada, que não abdicará do ataque para enfrentar um dos grandes do futebol paranaense. O J. Malucelli, que enfrenta o Coritiba no domingo, às 16 horas, no Pinheirão, acredita que o jogo de ida das quartas-de-final do Campeonato Estadual pode ser decisivo, e por isso se prepara para um verdadeiro ?jogo do futuro? contra o Coxa – mesmo que não tenha dois de seus principais jogadores.

Uma confusão na partida contra o Galo Maringá, no domingo, acabou fazendo com que o Jotinha perdesse o goleiro Cristiano Corrêa, um dos menos vazados da competição (luta inclusive pelo título de melhor arqueiro do Paranaense com Arthur, do Coritiba, e Flávio, do Paraná), e o volante e capitão Éverton César. ?Não entendi até agora o que aconteceu?, reclama Cristiano Corrêa.

Além deles, o técnico Lio Evaristo dificilmente contará com o atacante Cristiano, um dos artilheiros do time com cinco gols. Há duas semanas, ele machucou sozinho a face – numa queda, ele bateu com o joelho no rosto. Depois de vários exames e alguns dias alimentando-se apenas de líquidos, o atacante voltou aos treinos na terça-feira, e ontem participou do coletivo.

Apesar da vontade de jogar, ficou nítido no trabalho realizado no Pinheirão (sob forte chuva) que Cristiano ainda não se sente pronto para voltar. ?Estou mais ou menos?, reconhece o jogador, que ontem passou por nova avaliação clínica. Lio Evaristo só terá a posição definitiva sobre o atacante depois do treino de amanhã, quando ele vai se reunir com o departamento médico.

Com dois (ou três) desfalques, na teoria o J. Malucelli ficaria enfraquecido – apesar da volta do meio-campista William. Mas o treinador assegura que o Caçula não temerá o Coxa. ?Nós vamos jogar da mesma maneira que atuamos nas outras partidas. Nosso interesse é jogar futebol, e é isto que pretendemos fazer contra o Coritiba?, garante Lio Evaristo, apoiado nos números – o Jotinha tem a campanha mais regular do Paranaense, e é o time que menos perdeu na competição (apenas um jogo).

O time para encarar o Cori ainda não está definido, mas é certo que Róbson será o titular do gol na vaga aberta por Cristiano Corrêa. No meio campo, Lio testou Anderson ao lado de Réferson, e Fabinho treinou ao lado de William no meio-campo. Caso Cristiano não possa jogar, as opções são Leandrão e Tiganá.