O Joinville recebe a Chapecoense nesta quarta-feira, às 21 horas, na Arena Joinville, em Joinville (SC), pela 24.ª rodada, em um confronto catarinense de equipes que vivem momentos complicados no Campeonato Brasileiro.

Praticamente na zona de rebaixamento durante toda a competição, o time da casa é o penúltimo colocado com 21 pontos e está há três rodadas sem vencer (dois empates e uma derrota). Apesar de estar em uma situação mais confortável na tabela de classificação, é o 12.º colocado com 29 pontos, os visitantes enfrentam o pior momento no Brasileirão com uma sequência de três derrotas e um empate.

Para manter viva as chances de permanecer na Série A no próximo ano, o Joinville terá que superar três ausências: o zagueiro Alef, o lateral-esquerdo Diego e o meia Edson Ratinho foram expulsos no empate contra o Atlético Paranaense e terão que cumprir suspensão.

No entanto, o zagueiro Guti e o atacante Edigar Junior, voltam à equipe após ficarem de fora da rodada anterior pelo terceiro cartão amarelo. Na lateral esquerda entrará Eusébio, que fará sua estreia pelo time.

A principal dúvida está na vaga do meio de campo. Como o titular da posição, William Popp, continua fora por lesão e o substituto está suspenso, o técnico PC Gusmão optou por deslocar Edigar Junio para o setor e promoveu a entrada de Lucas Crispim no ataque.

Na Chapecoense, o técnico Vinícius Eutrópio tem uma dúvida no setor ofensivo. O atacante Ananias volta de suspensão e disputa uma vaga com o meia Camilo. No trabalho que antecedeu a partida, o treinador formou os titulares com 12 jogadores para não dar pistas ao adversário.