Com a lista final para Londres ainda indefinida, os jogadores da seleção brasileira estão encarando os próximos amistosos da equipe como a última chance para se garantir nos Jogos Olímpicos. A primeira oportunidade será neste sábado, no duelo com a Dinamarca, em Hamburgo, na Alemanha.

“Estou preparado. Quero fazer o meu melhor nesses amistosos, nestes dias de treinamento, para que eu possa estar na lista final da Olimpíada”, afirmou o atacante Alexandre Pato, recuperado de uma sequência de lesões.

“Muitas convocações somos nós que fazemos, quando jogamos bem nos nossos clubes. Acredito que jogando bem, vamos ter oportunidades”, reforçou o zagueiro Thiago Silva, um dos mais experientes do grupo, que desembarcou nesta quinta-feira, em Hamburgo. Já o lateral Marcelo comemorou seu retorno às listas de Mano Menezes. “Estou feliz de estar voltando à seleção. Vou trabalhar forte nesta reta final para ser chamado de novo”.

Entre os novatos, o zagueiro Juan afirmou que pretende justificar sua primeira convocação para a seleção principal. “É muito gratificante estar aqui. Vou tentar aproveitar o máximo possível, não apenas para ficar com uma vaga na Olimpíada, mas também para ter uma sequência na seleção”.

O meia Giuliano também busca sequência na equipe de Mano. “A expectative é de fazer um grande trabalho para dar uma sequência e, quem sabe, participar de uma Olimpíada”, declarou o ex-jogador do Internacional. Leandro Damião fez coro: “Estou muito feliz e confiante. Venho de uma sequência boa no Inter. E agora é tentar manter esse ritmo na seleção”.

Vivendo certa indefinição, por conta do imbróglio judicial entre Inter e São Paulo, Oscar não se deixou abalar e mostrou confiança no grupo. “Vai ser um jogo difícil, mas eles [Dinamarca] sabem que o futebol brasileiro é muito bom. Também vão respeitar a gente ainda que o time tenha muitos jogadores jovens. Eles estariam na convicação mesmo se fosse na equipe principal. Acho que a nossa seleção está muito forte para estes jogos”.

Depois de enfrentar a Dinamarca no sábado, em Hamburgo, a seleção brasileira vai encarar os Estados Unidos, no dia 30, em Washington, o México, em 3 de junho, em Dallas, e a Argentina, no dia 9, em New Jersey.