Os jogadores exaltaram o crescimento da seleção brasileira de Mano Menezes depois da vitória por 2 a 0 sobre a Ucrânia, nesta segunda-feira, na cidade inglesa de Derby. Com dois triunfos nos amistosos anteriores, o time do novo treinador enfrentou seu adversário mais complicado desde a Copa do Mundo.

“Acho que hoje foi realmente um teste forte. Uma equipe que propôs uma marcação muito forte no primeiro tempo. Tivemos muita paciência para tentar o gol, com algumas chances. Mas, depois que fizemos o segundo gol, controlamos a partida e conseguimos implantar o nosso ritmo”, aprovou o volante Lucas, em entrevista à Sportv.

A defesa foi o alvo dos principais elogios do grupo. A seleção ainda não foi vazada desde que Mano assumiu o comando. “Estou vendo um início muito bom da nossa parte”, avaliou o zagueiro Thiago Silva, que ficou satisfeito com todos os setores do time. “Isso não quer dizer que só o trabalho da zaga esteja bem. A marcação começa lá no ataque. Isso nos dá tranquilidade para jogar lá trás”.

Com três gols em três partidas, o atacante Alexandre Pato também aprovou o desempenho da equipe. “Estou contente com o resultado, pelo que a equipe demonstrou em campo. O mais importante é a vitória. O Mano está passando muita tranquilidade para o grupo. E nós estamos fazendo o nosso trabalho, que é buscar a vitória”.

Depois de faturar a terceira vitória seguida, a seleção já começou a pensar no próximo adversário: a Argentina. O amistoso será disputado no dia 17 de novembro, no Catar. Para os jogadores, a primeira preocupação é com a futura convocação de Mano. “Sabemos que tudo pode mudar no futebol. Mas acredito que uma base será mantida. E, como participei dos últimos jogos, espero estar dentro”, apostou Lucas.

Thiago Silva, que também busca se firmar na seleção, acredita no retorno de Ronaldinho Gaúcho, seu companheiro no Milan, à seleção. “Não tenho dúvida de que o Ronaldinho está voltando a ser o que era. Ano passado ele já mostrou isso, mas infelizmente não foi para a Copa. Neste ano, ele está jogando muito bem. E espero que ele volte para a seleção”, afirmou.

Para se manter na equipe, o volante Sandro conta com a atenção do técnico, que assistirá ao jogo do seu time, o Tottenham, contra a Inter de Milão, na Itália, no dia 20 de outubro, pela Liga dos Campeões. “O trabalho no Tottenham não pode parar, para ser visto e ser convocado de novo”, declarou.

Companheiro de Sandro no Tottenham, o goleiro Gomes assistiu ao amistoso em Derby e avisou que espera nova oportunidade de Mano. Ele chegou a ser convocado para a semana de treinos, em setembro, mas acabou cortado de última hora por conta de uma lesão. “Ainda não desisti da seleção. Estou muito bem para poder ajudar. Se eu continuar neste nível de atuação, terei outras oportunidades”, apostou o goleiro.