Depois de tomar o gol em uma das únicas oportunidades obtidas pelo América-MG, o elenco paranista lamentou bastante a falta de calibre na pontaria. Afinal, o Tricolor da Vila manteve domínio total da partida, mas falhou na hora de converter o último toque em bola na rede. “Não soubemos transformar o nosso domínio em gol. Além de darmos ao adversário aquilo que ele busca, que se espera, que é o contra-ataque, não concretizamos as oportunidades criadas. Assim, dificilmente se consegue vencer o jogo”, lamentou o técnico Ricardinho, após a partida. No mesmo ritmo do comandante estava o atacante Arthur, que junto de Douglas Tanque teve as melhores oportunidades tricolores. “Demos um vacilo, eles foram lá e mataram”. O atacante teve a fala complementada pelo zagueiro Amarildo. “Foi a bola do jogo. Tiveram um contra-ataque e fizeram o gol. Time que quer seguir não pode dar esses vacilos”, completou o jogador paranista.