O empate por 1 a 1 entre Patriotas e Corinthians na última quarta-feira, na Colômbia, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, fez com que os jogadores corintianos ligassem o sinal de alerta para o confronto de volta contra os colombianos marcado para o dia 26 de julho, no estádio Itaquerão, em São Paulo. Esperando por dificuldades, eles pedem o apoio dos torcedores na partida.

“Jogo difícil na altitude. Brigamos, sofremos, mas graças a Deus conseguimos o bom resultado, o empate. Agora é decidir em casa com o apoio de vocês, tenho certeza que a gente vai passar de fase. Conto com o apoio da Fiel para fazer um caldeirão dentro da nossa Arena”, disse o meia Giovanni Augusto, em entrevista à Corinthians TV.

O zagueiro paraguaio Balbuena, autor do gol do empate já nos acréscimos do segundo tempo, destaca para a dura sequência de jogos e viagens feitas pelo time nas últimas rodadas. “Vocês (torcedores) sabem muito bem a correria que a gente está fazendo de viagens, jogos seguidos. Mas aqui é Corinthians e nós não desistimos nunca, lutamos até o final”, contou.

Antes do confronto contra o Patriotas, o Corinthians terá de voltar as suas atenções para o Campeonato Brasileiro, no qual é líder isolado com 26 pontos – quatro a mais que o Grêmio. Até o dia 26 de julho serão seis partidas pela competição. Neste domingo, na primeira delas, o time do técnico Fábio Carille enfrenta o Botafogo, às 16 horas, no estádio Itaquerão.