O volante Ivo, do América-RN, foi preso na segunda-feiran (21) por racismo. Ele é acusado de xingar um policial de macaco logo após ser expulso por falta violenta, ainda no primeiro tempo da partida contra o Potiguar, em Mossoró, e ter se recusado a deixar o campo. O jogador foi levado algemado para a delegacia e deve responder a processo.

Racismo é crime inafiançável, de acordo com a constituição brasileira, e o jogador do América-RN segue preso até que a Justiça avalie o caso. Ivo corre o risco de pegar de um a três anos de prisão e ainda ter de pagar multa.

Em campo, o América venceu por 3 a 2, mas viu o título de campeão do segundo turno do Campeonato Estadual do Rio Grande do Norte ficar com o Potiguar de Mossoró, que vai enfrentar o ABC na decisão do título.