O técnico Joel Santana confirmou que recebeu proposta do mundo árabe, mas logo em seguida tranquilizou os torcedores do Botafogo: disse que não vai sair do clube e pretende cumprir o contrato até o fim de 2010. “Não é momento de criar um clima de dúvidas. Essa e outras propostas vêm acontecendo há algum tempo, mas eu evitava falar para não desviar o foco. Qualquer oferta que seja é impossível que eu aceite, pois vou cumprir o compromisso com o Botafogo até o fim. Não vou sair”, disse.

“Renunciei a uma situação que poderia ser melhor financeiramente, mas sei que estou no lugar certo no momento certo. Prefiro continuar aqui porque tenho o apoio de todos. Não apostei no Botafogo agora, mas há sete meses. Além disso, não posso mais arriscar tanto. Para sair, tem que ser na hora exata”, emendou Joel Santana.

Feliz no clube, o técnico enalteceu o trabalho da diretoria, da comissão técnica, dos jogadores e dos funcionários. Na expectativa de trazer ainda mais resultados para o clube no qual apostou em fevereiro – foi campeão carioca e está na zona de classificação para a Libertadores -, Joel Santana destacou que o time já é visto de outra maneira.

O que o treinador quer é mais atenção de seus jogadores para não acontecer o mesmo do empate contra o Grêmio, no último sábado, no Engenhão. O time vencia por 2 a 0 e permitiu a igualdade no segundo tempo. O próximo duelo será contra o Santos, nesta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.