A quarta-feira não foi boa para o tênis brasileiro no Challenger de Bogotá. João Souza foi o único a avançar às oitavas de final no saibro colombiano. No entanto, para isso, Souza teve que eliminar Júlio Silva, outro tenista do País. Já Ricardo Hocevar e Franco Ferreiro foram eliminados por estrangeiros.

O confronto brasileiro havia sido interrompido na terça por causa da chuva. João Souza, que estava em desvantagem, aproveitou para empatar o jogo e vencer Júlio Silva de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 7/6 (7/5) e 6/4. Nas oitavas, o número 5 do Brasil encara o húngaro Attila Balazs.

Outro que teve o seu jogo interrompido, Franco Ferreiro levou a virada do colombiano Juan Sebastian Cabal. Em 1h53, o brasileiro caiu por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 6/4.

Ricardo Hocevar, por sua vez, não conseguiu fazer frente ao italiano Paolo Lorenzi, terceiro cabeça de chave da competição. Em apenas 1h36, Hocevar perdeu por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/3.

Além de João Souza, o Brasil também tem Ricardo Mello e Caio Zampieri garantidos nas oitavas em Bogotá. Quinto cabeça de chave, Mello encara o francês Alexandre Sidorenko. Já Zampieri teve o seu adversário definido nesta quarta, e ele será o colombiano Alejandro Falla, primeiro favorito do torneio.