Natural de Umuarama, região noroeste do Estado, a jovem Jéssica “Bate Estaca” Andrade, de apenas 21 anos, irá fazer história no próximo fim de semana. Embalada por uma vitória conquistada no Pro FC, na Rússia, Jéssica será a primeira lutadora brasileira a colocar os pés no octógono do UFC.

No próximo sábado, a paranaense encara a americana Liz Carmouche, em Seattle, nos Estados Unidos. Em entrevista à Tribuna, a “Bate Estaca”, como é conhecida no meio das lutas, destacou o convite da maior organização de MMA do mundo. “Foi uma emoção muito grande, pois eu nem esperava que o UFC fosse me contratar. Fiquei muito feliz com esse contato deles”, ressaltou Jéssica, que tem realizado sua preparação em Niterói-RJ, com o líder da equipe PRVT, Gilliard Paraná.

O treinador tem feito um trabalho intenso com a lutadora para que ela possa fazer bonito no Ultimate. “Ela está muito bem treinada. Procuramos utilizar todos os tipos de trabalhos e ela já é um fenômeno nas artes marciais”, disse o mestre Paraná.

A missão da paranaense não será nada fácil. Logo em sua estreia no UFC, Jéssica irá encarar a experiente Liz Carmouche, que chegou a disputar o cinturão do Ultimate contra Ronda Rousey, a grande destaque do MMA feminino. “Ela é bem forte fisicamente, tem um bom muay thai e um bom trabalho de chão. O nosso foco é manter a luta em pé”, declarou a paranaense. “Esperamos muita explosão das duas. A Liz é uma menina que tem bastante força e bastante coração”, destacou Paraná.

No UFC do próximo fim de semana, a principal luta será entre os americanos Demetrious Johnson e John Moraga.