A russa Dinara Safina voltou a decepcionar em Roland Garros. Vice-campeã em 2008 e 2009, a ex-número 1 do mundo foi eliminada logo na estreia nesta terça-feira, pela japonesa Kimiko Date Krumm, de 39 anos. Safina perdeu por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 6/4 e 7/5.

Com a vitória, Date Krumm se tornou a segunda tenista mais velha a vencer uma partida no Grand Slam francês na Era Aberta – a primeira foi Virginia Wade, em 1985. A japonesa havia voltado ao circuito em 2008 depois de 12 anos de aposentadoria. “Estou muito feliz. Fiz o meu melhor”, comemorou a experiente atleta, aplaudida de pé após a vitória sobre a russa.

A derrota de Safina nesta terça se soma aos tropeços também na estreia nos torneios de Roma e Madri nas últimas semanas. Atual número nove do mundo, a russa deverá cair ainda mais no ranking, já que não poderá defender os pontos do vice-campeonato da temporada passada.

As poucas partidas no saibro neste ano fizeram a diferença para Safina nesta terça. A russa abusou dos erros, principalmente no saque, e acabou cedendo seis quebras de serviço à adversária. Ao todo, Safina cometeu 17 duplas faltas, contra oito da rival.

Date Krumm, que não competia em Roland Garros desde 1996, também exagerou nas falhas (foram 63 erros não forçados), mas compensou com 37 bolas vencedoras. Dessa forma, obteve grande virada no placar e faturou a vitória em quase três horas de partida.

Ainda nesta terça, a espanhola Carla Suarez Navarro foi derrotada pela bielo-russa Olga Govortsova por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (11/9) e 6/1. Govortsova terá pela frente a eslovaca Daniela Hantuchova na segunda rodada.