Apesar do empate com o vice-líder do Brasileirão, o técnico Jair Ventura deixou o Maracanã insatisfeito com o 0 a 0 diante do Flamengo, no sábado. Para o treinador, o seu time jogou o suficiente para buscar a vitória em seu primeiro clássico no tradicional estádio carioca.

“Não saio satisfeito porque o Botafogo joga sempre para ganhar. Para levar o Botafogo o mais alto na tabela com o empate não é possível. Então não saio satisfeito, não. Para quem não empatava, empatar há dois jogos não é nada bom, mas também são sete jogos sem perder”, ponderou o treinador, que também valorizou a sequência recente do Botafogo.

A boa série de jogos levou o Botafogo ao G6 da tabela, que dá vaga na próxima edição da Copa Libertadores. O time carioca ocupa no momento a quinta colocação, sem chances de deixar a zona de classificação ao fim da rodada.

Mesmo assim, Jair evita falar sobre a proximidade da vaga na competição continental. “Não posso falar em Libertadores e 2017. Estou muito focado no próximo jogo”, disse o técnico.

Questionado sobre a chance de jogar um clássico no Maracanã, Jair comemorou a oportunidade. “É um estádio emblemático. Venho desde criança assistir aos jogos aqui. Estive presente no antigo Maracanã. Em 2010 foi o último título aqui, e eu era o auxiliar do Joel Santana. Então hoje passou um filme na cabeça, fico feliz de estar nesse grande palco mundial, mas triste pelo resultado. Até pelas situações claras de gol que o Botafogo teve”, afirmou o técnico botafoguense.