Karlsruhe, Alemanha – O triplista Jadel Gregório ganhou a medalha de ouro e estabeleceu novo recorde sul-americano indoor, ontem, no Meeting de Karlsruhe (ALE), com um salto triplo de 17,46 m – a melhor marca continental era dele mesmo, com 17,35 m, estabelecida em 2000. Essa passa a ser também a melhor marca da temporada de 2004, que está no começo.

Como ainda é inverno na Europa, disputa-se, nos primeiros meses do ano, a temporada em estádio coberto. O romeno Marian Oprea, que tinha a melhor marca do ano até então, foi o segundo colocado em Karlsruhe (17,16 m), com o cubano Joandris Betanzos em terceiro (16,90 m).

No mesmo meeting alemão, Márcio Simão de Souza ficou com a medalha de prata nos 60 metros com barreiras com o tempo de 7s60, na prova vencida pelo jamaicano Maurice Wignall (7s51) e o cubano Anier Garcia em terceiro (7s67). Redelen dos Santos (7s72) não foi à final, entre os seis melhores, mas ainda fará uma competição em Lisboa (POR) ou em Atenas (GRE), no próximo fim de semana, antes de retornar ao Brasil.

Outros destaques do Meeting de Karlsruhe foram o velocista britânico Jason Gardener, que igualou o recorde da Europa ao vencer os 60 metros rasos (6s46), o etíope Haile Gebrselassie, ganhador dos 3.000 metros (7m29s34), e a moçambicana Maria Mutola, que ficou com o ouro nos 800 m (1m57s48).

O técnico Nélio Moura, que viajou sexta-feira para encontrar Jadel na Alemanha, já tinha a expectativa de um bom resultado indoor. Nélio estabeleceu como prioridade para a primeira metade da temporada – iniciada em outubro de 2003 – a boa participação do atleta no Mundial Indoor de Budapeste, Hungria, de 5 a 7 de março.

A Confederação Brasileira de Atletismo fecha a delegação que irá para o Mundial da Hungria no dia 22. O time brasileiro está aumentando. No sábado, nos EUA, mais três atletas obtiveram índices para ir ao Mundial: Osmar Barbosa, Hudson de Souza e Christiane Ritz dos Santos. Geisa Coutinho, que já havia feito índice nos 400 m, confirmou, no Meeting do Arizona, com o tempo de 52s99. Em Fayetteville, na Universidade de Arkansas, Hudson venceu a milha (1.600 metros) com 3min58s04 -no Mundial vai correr os 1.500 metros. Osmar foi o segundo nos 800 m (1min45s96), assim como Christiane (2min04s00).

A russa Elena Issinbaeva bateu o recorde mundial do salto com vara indoor, ontem, com 4,83 m, no Meeting das Estrelas, na Ucrânia.