Especialista em complicar a vida de times maiores, o J. Malucelli estreia sem medo na Copa do Brasil diante do Guarani (SP), às 15h30, no Janguito Malucelli.

O técnico Leandro Niehues conta que a oportunidade de enfrentar um campeão brasileiro motiva ainda mais o time do Barigui.

“Mas sempre pegamos equipes grandes, como Paraná, Atlético e Coritiba, e nunca fazemos jogos ruins”, lembrou o treinador, que no domingo foi à Vila Belmiro assistir à derrota do Guarani para o Santos.

No Paranaense, o Jota venceu o Paraná por 3 a 0 e deu trabalho para o Atlético na Arena, apesar da derrota por 3 a 1.

Niehues lembrou ao elenco que o provável adversário, em caso de classificação, é o Internacional (RS).

O técnico, que tradicionalmente não anuncia a escalação, terá hoje todo o elenco à disposição.

Será a segunda participação do clube na competição. Em 2001, ainda como Malutrom, não passou da 1.ª fase contra o Juventude-MT, após vitória por 1 a 0 em casa e derrota por 4 a 0 no Mato Grosso.

No Bugre, o técnico Luciano Dias faz duas mudanças para a partida. Eder Baiano entra no lugar de Augusto na zaga, e Chiquinho substitui Mario Cesar, ex-Paraná Clube, no meio-campo.

O atacante Cléverson garante que o Guarani vai atacar o adversário. “Vamos buscar uma vitória e se possível por dois gols de diferença. Temos que nos impor, já que o time grande é o Guarani”, falou à imprensa paulista.