Para o delírio de sua torcida no estádio Windsor Park, em Belfast, a Irlanda do Norte venceu a Grécia por 3 a 1, nesta quinta-feira, e assegurou classificação pela primeira vez a uma edição da Eurocopa. O resultado levou o país aos 20 pontos na liderança isolada do Grupo F do qualificatório para a competição que será disputada no próximo ano, na França.

Como as duas primeiras colocadas de cada chave das Eliminatórias da Eurocopa garantem vaga automática para a competição, a Irlanda do Norte já está na Euro pelo fato de que falta apenas uma rodada para o fechamento do Grupo F e a Hungria, terceira colocada, com 16 pontos, não pode mais alcançar os irlandeses.

O capitão irlandês Steven Davis, com dois gols, foi o principal destaque da vitória da seleção da casa, que agora precisará apenas cumprir tabela contra a Finlândia, no domingo, em Helsinque, na rodada derradeira do Grupo F. Já a Grécia, que entrou em campo eliminada pela disputa por uma vaga na Eurocopa, seguiu com três pontos e continua na lanterna da chave.

Josh Magennis foi o autor do outro gol dos irlandeses na partida, enquanto Christos Aravidis descontou para os gregos no final deste que foi um dos três jogos que fecharam nesta quinta a penúltima rodada do Grupo F.

Em um deles, a Romênia ficou na vice-liderança da chave, com 17 pontos, ao empatar por 1 a 1 com a Finlândia, em Bucareste. O resultado também acabou de vez com as chances dos finlandeses, que ficaram com 11 pontos e estacionaram na quarta posição, agora sem condições de brigar sequer para entrar na repescagem por uma vaga na Eurocopa.

Já a Hungria, na pior das hipóteses, se garantiu ao menos na repescagem ao bater as Ilhas Faroe por 2 a 1, em Budapeste, e chegar aos 16 pontos. Para se classificar diretamente para a Eurocopa, os húngaros precisam vencer a lanterna Grécia neste domingo, fora de casa, e torcer para que a Romênia no máximo empate com Ilhas Faroe, também longe de seus domínios, na rodada final do Grupo F.