O Internacional entra em campo contra o Grêmio, neste domingo, às 17 horas, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 38.ª e última rodada do Campeonato Brasileiro, com o intuito de garantir um lugar entre os cinco primeiros colocados. Aliado a resultados paralelos, assim poderá disputar a Copa Libertadores da América no ano que vem.

Se o time colorado vencer o Gre-Nal, dependerá de uma derrota do Flamengo para o Vasco, no Engenhão, ou de um empate ou derrota do Coritiba para o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba. Já se empatar com o Grêmio, o Internacional torcerá para que o Coritiba perca, que o Figueirense empate ou seja derrotado pelo Avaí, que o São Paulo empate ou perca para o Santos, e que o Fluminense empate ou vença o Botafogo. Mas se perder, ficará de fora da Libertadores.

Para a partida, o técnico Dorival Júnior, que foi absolvido na última sexta-feira pelo STJD depois de uma expulsão contra o Flamengo, contará com os argentinos Guiñazu (volante) e D’Alessandro (meia) e o lateral-esquerdo Kleber. No treino de sexta, foram ensaiadas principalmente jogadas de defesa.

Já o Grêmio entra na casa do seu principal rival com o objetivo de estragar os planos colorados. Para isso, o time tricolor vem treinando uma marcação especial sobre o centroavante Leandro Damião, como aconteceu no último clássico entre as duas equipes – que terminou com a vitória gremista por 2 a 1, no Olímpico. O atacante Brandão está suspenso e fica de fora do jogo.