Os Jogos Olímpicos do Rio serão os primeiros a ter ingressos com artes individuais para cada um dos esportes olímpicos e paralímpicos, assim como para as quatro cerimônias. Além da entrega no endereço cadastrado, será possível imprimir os bilhetes ou até mesmo receber no celular em forma de e-ticket, como já acontece com as passagens aéreas.

Essa facilidade poderá aumentar os riscos de falsificação, já que as entradas poderão ser impressas em papel normal. Mas o Comitê Rio-2016 assegura que há vários itens de segurança e controle, que transformam o bilhete no “mais moderno e inovador da história”.

“Pela primeira vez a gente vai fazer 100% do controle no acesso. Todos os códigos de barra serão escaneados. E aí vem uma dica importante: não poste foto do seu ingresso nas redes sociais mostrando o código de barras. Isso evita a falsificação de ingressos”, explicou Donovan Ferreti, diretor de ingressos do comitê.

“Estamos sendo pró-ativos, atuando juntos com as polícias. Esse grupo trabalha tanto no ambiente virtual quanto de forma presencial próximo às arenas”, afirmou Donovan. “O e-ticket vai ficar dentro de um ambiente seguro no nosso site. A gente não manda por e-mail para ninguém”

Os bilhetes foram apresentados no fim da manhã desta sexta-feira, na sede do Comitê Rio-2016. No total, são 68 modelos diferentes. “Os layouts incluem os quatro ingressos das cerimônias e 64 layouts específicos para cada um dos esportes olímpicos e paralímpicos. Esse trabalho de design começou em dezembro de 2014, e a produção em setembro de 2015”, contou Beth Lula, diretora de Marcas do comitê.

“Os ingressos das cerimônias foram um projeto à parte. A gente, durante muito tempo, trabalhou junto com os diretores criativos das cerimônias porque esses ingressos têm que, de alguma forma, representar esses espetáculos. Tem uma pitada do que vocês vão ver nas cerimônias”

A gráfica que imprimiu os bilhetes chamados “comemorativos”, feitos em papel especial e enviados para o endereço de quem solicitou, fica nos Estados Unidos. É a mesma que fez as entradas dos Jogos de Londres. Segundo o Rio-2016, a escolha partiu de uma concorrência mundial que despertou o interesse em oito empresas. A escolha final se baseou no conhecimento da gráfica, que se dedica exclusivamente à produção de ingressos.