Mesmo já garantida por antecipação na Eurocopa de 2016, a Inglaterra manteve a sua campanha irretocável nas Eliminatórias da competição ao vencer a Estônia por 2 a 0, nesta sexta-feira, no estádio de Wembley, em Londres, pela penúltima rodada do Grupo E do qualificatório.

O resultado, conquistado com gols de Theo Walcott e Raheem Sterling, levou a seleção inglesa aos 27 pontos, agora com nove vitórias em novo jogos disputados. Assim, o país terá a chance de encerrar sua campanha de forma perfeita na próxima segunda-feira, quando fechará as Eliminatórias contra a eliminada Lituânia, fora de casa.

Já a Estônia, mesmo com a derrota, ainda tem chances matemáticas de chegar ao terceiro lugar do Grupo E e consequentemente disputar a repescagem por uma vaga na Eurocopa. Os estonianos estacionaram nos 10 pontos, na quarta posição, e ainda podem alcançar a terceira colocada Eslovênia, que chegou aos 13 ao empatar por 1 a 1 com a Lituânia, em casa, em outro jogo desta sexta pela penúltima rodada da chave.

Na vitória conquistada em Wembley, a Inglaterra saiu na frente aos 44 minutos do primeiro tempo, quando Barckley deu belo passe para Walcott receber nas costas da zaga e tocar com categoria na saída do goleiro adversário.

E, dominantes no confronto, os ingleses mataram a partida as 39 minutos na etapa final. Após lançamento longo do goleiro Hart, Vardy recebeu pela esquerda, deu um tranco em um defensor e invadiu a grande área com liberdade. E, com tranquilidade, cruzou para Sterling entrar batendo de primeira.

SUÍÇA MASSACRA – Se a Inglaterra segue passeando, a Suíça massacrou nesta sexta para assegurar a sua classificação à Eurocopa. O país goleou a frágil seleção de San Marino por 7 a 0, em St Gallen (SUI), e chegou aos 18 pontos na vice-liderança do Grupo E. Assim, não pode ser mais alcançada e cumprirá tabela na rodada final da chave, segunda-feira, contra a Estônia, fora de casa.

Lang abriu o placar no primeiro tempo para os suíços e depois Inler, Mehmedi, Djourou, Kasami, Embolo e Derdiyok decretaram o 7 a 0 com seis gols na etapa final, sendo que três deles saíram em cobranças de pênaltis.