Maior campeão da história da Libertadores, o Independiente está de volta à elite do futebol argentino. Nesta quarta-feira, em La Plata, em campo neutro, o time de Avellaneda venceu o Huracán por 2 a 0 e conquistou o acesso depois de passar uma amarga temporada na segunda divisão, algo inédito na sua história centenária.

Depois de 42 rodadas, subiram o Banfield, como campeão da segunda divisão, e o Defensa y Justicia, em segundo. Huracán e Independiente empataram em pontos e fizeram o jogo desempate. Aos 37 minutos do primeiro tempo, o veterano Martín Zapata, de 34 anos, pegou um rebote na área e abriu o placar. Depois, no final do jogo, o garoto Pizzini fez o segundo.

“Tirei 100 quilos das minhas costas com esse gol. O grupo foi para o sacrifício e para a luta e conseguimos”, disse Zapata. O Independiente foi inconstante durante a disputa da segunda divisão. Ficou 13 jogos invicto e, na sequência, emplacou 12 partidas em que só venceu uma. Quando essa série chegou ao fim, venceu cinco e empatou dois numa série de sete jogos, chegando ao acesso.