O nome de Jackson do Nascimento está escrito há mais de seis décadas na história do Atlético. Mas como se já não bastassem os 140 gols e os inesquecíveis títulos conquistados, o artilheiro decidiu dar mais um presente à torcida rubro-negra.

Aos 86 anos, o eterno craque doou ao acervo do futuro museu atleticano o par de chuteiras com o qual marcou muitos dos tentos que fizeram a fama do Furacão de 1949.

A entrega foi feita ao professor Heriberto Ivan Machado, guardião das relíquias que formarão o memorial, e registrada pelo Paraná Online, através da lente do repórter fotográfico Gerson Klaina.