Leipzig – Um time bem posicionado e perigosos atacantes. A Holanda mostrou apenas essas duas qualidades em sua estréia, ontem, na Copa, ao vencer por 1 a 0 a Sérvia e Montenegro. O diferencial holandês foi o autor do gol, o jovem Robben, de 22 anos e muito futebol.

Era o tantas vezes dito confronto do grande ataque holandês contra a fortíssima defesa da Sérvia. O primeiro venceu graças aos toques rápidos do meio-de-campo.

E principalmente pela tarde inspirada de Robben. Ou os companheiros acreditaram demais em sua habilidade ou a Holanda tem basicamente uma jogada: quem pega a bola, onde estiver, toca para o atacante.

A Sérvia se fingia de morta lá atrás, ficava esperando a Holanda se distrair para armar o bote. Porém, faltava mais coordenação nos contra-ataques.

Num ataque fulminante, Robben marcou o gol da vitória, aos 18 minutos. Com tranqüilidade ele tocou na saída do goleiro.