Com despedida anunciada para o fim da temporada, o técnico Jupp Heynckes tem mais quatro partidas pela frente no comando do Bayern de Munique, sendo duas finais de campeonatos – da Copa da Alemanha, contra o Stuttgart, e da Liga dos Campeões, diante do Borussia Dortmund. Mesmo com títulos importantes ainda em jogo, o veterano treinador de 68 anos não esconde que já faz planos para o futuro.

Apesar do sucesso à frente do Bayern e de estar em seu país natal, Heynckes descartou assumir o comando de algum time alemão e disse que sua trajetória por lá já acabou. “Para mim não há mais objetivos no Campeonato Alemão”, disse o técnico, que garantiu que o confronto diante do Borussia Mönchengladbach, no dia 18, será seu último jogo pela competição.

O fim da linha para Heynckes no Bayern foi confirmado com o anúncio de Pep Guardiola como novo técnico da equipe a partir da próxima temporada. O alemão, no entanto, deixa o clube após um grande ano, com a conquista do título nacional antecipado e as disputas das decisões na Liga dos Campeões e na Copa da Alemanha.

Para justificar a saída do técnico que teve tanto sucesso, o Bayern chegou a anunciar sua aposentadoria, o que foi negado por ele. O treinador não negou a emoção por se despedir do clube que dirigiu de 1987 a 1992 e depois de 2011 até agora. “É claro que haverá uma tristeza. Pela multidão, pela atmosfera, vou deixar fluir.”