Um dos principais responsáveis pela classificação do Santos na Libertadores, o lateral-esquerdo Léo já projeta a semifinal da competição diante do Corinthians. O jogador exaltou a grandeza do clássico paulista e afirmou que a tranquilidade será a melhor receita para o time da Vila Belmiro conseguir chegar à decisão.

“É uma responsabilidade imensa. Eu sei da responsabilidade e do tamanho do clássico e de tudo que é envolvido sobre isso. São duas equipes que mereceram estar aqui. Precisamos ter tranquilidade”, declarou o jogador, após a vitória nos pênaltis sobre o Vélez Sarsfield, na última quinta-feira.

Léo entrou no segundo tempo e, poucos minutos depois, deu o passe para o único gol da partida, marcado por Alan Kardec. O lateral ainda bateu o último pênalti santista, que decretou a classificação da equipe.

Depois do confronto o técnico Muricy Ramalho não descartou a possibilidade de utilizar o jogador como meia, no lugar de Paulo Henrique Ganso, que passará por uma cirurgia no joelho. “Já vivi situações assim e tenho uma grande identidade com o clube. E o torcedor sabe como eu sou. Tenho que sempre estar preparado, treinar todos os dias para ajudar o Santos”, disse Léo.

Autor do único gol do jogo, Alan Kardec endossou o discurso do companheiro e também pediu tranquilidade para a semifinal. Ele ainda negou os rótulos recebidos por Santos, de “equipe que dá show”, e Corinthians, de “time que marca muito bem”, e apostou em duas partidas muito equilibradas na briga pela vaga na decisão.

“As pessoas qualificam o Santos como uma equipe que dá show, e o Corinthians, que marca muito bem. Mas eles têm jogadores que desequilibram. Os dois times vão jogar para a frente e vão tentar buscar a classificação. Será um clássico e teremos que manter o respeito e a tranquilidade”, comentou.