O Miami Heat deu um grande passo para se garantir na decisão da Conferência Leste da NBA ao derrotar o Indiana Pacers por 115 a 83, na noite de terça-feira, em casa. Com o triunfo, a equipe abriu 3 a 2 na série e precisa de apenas mais uma vitória para avançar. O sexto jogo está marcado para quinta-feira em Indianápolis. “Esta noite aconteceram muitas coisas boas, mas temos que nos concentrar na próxima”, disse Erik Spoelstra, técnico do Heat.

O Heat dominou completamente a partida e nunca esteve atrás no placar. Para isso, teve eficiência impressionante, ao converter 61% dos arremessos que tentou, no seu melhor desempenho nos playoffs desta temporada. LeBron James marcou 30 pontos para o Heat, obteve 10 rebotes e deu oito assistências. Já Dwyane Wade anotou 28 pontos.

Com um ritmo forte, o Heat terminou o primeiro quarto com uma vantagem de seis pontos (26 a 20) e a ampliou para nove ao sair para a o intervalo (49 a 40). A vantagem subiu para 19 pontos no fim do terceiro quarto e, com isso, as equipes aproveitaram o último períood para poupar alguns titulares, já pensando no próximo duelo.

O duelo, assim como em outras partdas da série, teve lances violentos, com duas faltas flagrantes no segundo quarto. Além de disso, quando faltavam 19 segundos para o fim do duelo, Dexter Pittman, do Heat, deu uma cotovelada em Lance Stephenson, do Pacers.

Paul George foi o cestinha do Pacers ao marcar 11 pontos. O brasileiro Leandrinho Barbosa atuou por 17 minutos, com seis pontos, três rebotes e duas assistências. “Nós aprendemos no início desta série que ninguém vai conseguir duas vitórias seguidas”, disse Frank Vogel, técnico do Indiana, tentando levantar a moral da equipe para o próximo duelo.

Além da derrota, o Pacers deixou a partida preocupado, já que perdeu dois jogadores lesionados. Danny Granger deixou a quadra com uma torção no tornozelo esquerdo durante o terceiro período, quando a diferença era de 11 pontos. Já David West teve uma entorse no joelho esquerdo.

Apesar da vitória e da vantagem na série, o Miami mantém os pés no chão e já pensa no próximo duelo. “O sexto jogo será difícil”, disse Wade. “Temos que entender que esta equipe tem orgulho. Seus fãs estarão prontos. Eles vão sair com muita energia. Devemos resistir ao primeiro golpe e nos manter de pé. Nós estamos prontos para isso”.