A Prova Especial Ney Braga, principal prova de sexta-feira, como se esperava, foi vencida de ponta a ponta pelo grande favorito Happy Buck, que se firmou na ponta, na curva do padock, regulando o ritmo da prova com Silver Time e Tapuz nas posições imediatas. Livrou maior vantagem na reta oposta e seguiu firme até o final, com Special Day na terceira colocação.

Happy Buck, um filho de Spend A Buck e Que Normand, de criação do Haras Old Friends, preparado por Luiz Roberto Feltran e dirigido por João Sampaio Cardoso, defendeu as cores do Stud São José dos Bastiões.

Provas complementares

Violeta Riviera venceu de ponta a ponta a prova de abertura. Destacou-se logo após a partida e, no final da reta oposta, Sweet Magesty aproximou-se, mas sem dominar Violeta Riveira, que seguiu até o final, com Sweet Magesty e Jangler Native nas posições imediatas. A vencedora de propriedade de Osleni Gisele Pereira, que também é sua treinadora, recebeu tranqüila direção de Rafael Rosário.

Omais Ligeiro confirmou seu nome, vencendo a segunda prova. Depois brigar com Danwin, nos primeiros metros, firmou-se na ponta e seguiu até o final, enquanto Danvin, estreando bem, defendeu o segunda colocação, com Obsceno na posição imediata. O Mais Ligeiro, apresentado por V. Fagundes e dirigido por V.Vargas, defendeu a farda do Stud Sol do Sul.

Xyankee Sheriff, do Haras Xará/Mineral Park, apresentado por Pedro Nickel Filho, estreou com vitória na terceira prova, dirigido por Emerson Gonçalves Cruz. Diversos animais saíram em luta pela ponta, mas no final prevaleceu Xyankee Sheriff que estreou com vitória, com Luz da Manhã e Sacarolhas nas posições imediatas.

Nautico Variety do Stud Sol do Sul, surpreendeu na quarta prova proporcionando pule de R$ 12,60, enquanto a dupla, com a favorita Namorada Nova, rateou R$ 16,00. Nautico Variety, apresentado por V. Fagundes, defendeu a farda do Stud Sol do Sul, bem dirigido por V.Vargas.

Inusitada confirmou seu grande favoritismo na quinta prova. Rainha da Serra correu na ponta, mas na curva foi dominada por Inusitada, que com Emerson Gonçalves tranqüilo em seu dorso seguiu fácil até o final, com Karo Dutchman e Uppercut Rambler nas posições imediatas. Inusitada do BGC Throughbreds Stud, foi apresentada por R.B.Colombo.

Dado, confirmando seu bom retrospecto, venceu a sétima prova, mas com dificuldade. Depois de brigar com Landmann durante quase toda reta, cruzou disco com Bajado del Cielo na formação da dupla, atrasando-se Landmann para terceiro. Dado, da TBS, foi apresentado por Geraldo Vogado e bem dirigido por Fábio Stinghen.

Corvette Baby, defendendo a farda de Darar Willian Zraik, venceu a oitava prova em chegada sensacional. Na reta de chegada Martinhense atacou Independence Day, mas nos últimos metros foi atacado por Corvette Baby, que dominou a corrida nos últimos metros, sempre corrigido por Rafael Rosário, quando procurou correr para dentro. A vencedora foi apresentada em boa forma por Dilson Antunes.

Jagunço venceu a penúltima prova defendendo a farda de Ivo Hasselmann Marques. Bird Of Cord firmou-se na ponta na entrada da reta, mas no final foi suplantado pelo favorito Jagunço, com Bird Of Cord e Cameroun nas posições imediatas. Apresentado por Marcus Vinicius Lanza, recebeu a direção de Emerson Gonçalves Cruz.

Kinder Boy, dirigido por Rafael Oliveira, venceu a prova de encerramento, defendendo a farda do Haras Áustria e apresentado por Altair Chioratto. Vivarini correu na ponta com Bilardo na segunda colocação. Na reta, porém, prevaleceu Kinder Boy, com Noético formando a dupla nos metros finais.