O romeno Victor Hanescu corre sério risco de ser punido pela organização do Grand Slam de Wimbledon. Nesta sexta-feira, ele abandonou a partida diante do alemão Daniel Brands já no quinto set, quando perdia a parcial por 3/0. Mas a desistência, que foi apontada oficialmente como motivada por uma lesão, só aconteceu após ele cuspir e xingar na plateia.

Na mesma quadra 18 em que o norte-americano John Isner e o francês Nicolas Mahut protagonizaram o jogo mais longo da história do tênis, encerrado nesta quinta, Hanescu se mostrou visivelmente irritado com alguns torcedores ao longo da partida. Seguidamente advertido pelo árbitro de cadeira, o tenista perdeu de vez a compostura no quinto e decisivo set.

Antes da desistência, Hanescu já havia aberto 2 sets a 0 de vantagem e sofrido o empate, com parciais de 7/6 (9/7), 7/6 (7/3), 6/7 (9/7) e 3/6. Agora, a sua atitude será julgada pela organização de Wimbledon, que assistirá às imagens da partida. No mínimo, o tenista romeno deve ser punido com uma multa em dinheiro.

Curiosamente, quatro pessoas foram detidas pela polícia inglesa também na quadra 18. Apesar de os torcedores terem sido retirados do local por distúrbio à ordem pública, ainda não há informações que liguem os detidos ao incidente envolvendo Hanescu.