Novo campeão da Fórmula 1, o inglês Lewis Hamilton afirmou nesta quarta-feira (5) que pretende continuar na McLaren até o fim de sua carreira na categoria. A promessa foi feita em frente a cerca de mil empregados da equipe, que saudavam o mais jovem vencedor do Mundial na fábrica da escuderia, em Woking, na Inglaterra.

“Eu amo esta equipe, e não vou deixá-la. Este é o melhor time do mundo. Estou muito orgulhoso de tudo o que a McLaren alcançou”, disse. Hamilton tem contrato com a equipe desde 1998, quando tinha 13 anos. Vencedor no kart, ele foi apadrinhado por Ron Dennis e tornou-se o mais jovem piloto ligado a uma escuderia da Fórmula 1.

“Quando eu ainda era criança, já sabia que eu queria ser piloto. E sempre disse que a McLaren era a equipe que eu gostaria de defender”, afirmou.

Hamilton disse, também, que ia à fábrica da equipe ver os carros de Ayrton Senna e Mika Hakkinen, seus maiores ídolos. Aos 23 anos, ele já traçou uma meta para sua carreira na escuderia inglesa: disse que pretende conquistar pelo menos três títulos mundiais.