Depois de Nico Rosberg ser o mais veloz do primeiro treino livre do GP do Japão, Lewis Hamilton deu o troco no seu rival direto pelo título e companheiro de Mercedes ao fechar o primeiro dia de trabalhos de pista no circuito de Suzuka na liderança. O piloto inglês cravou o tempo de 1min35s078 para superar o alemão, segundo colocado com 1min35s318, na segunda sessão livre.

Antes disso, Rosberg havia ficado na ponta do primeiro treino ao cronometrar 1min35s461, enquanto Hamilton ficou em segundo com 1min35s612. Desta forma, a Mercedes dominou as duas sessões iniciais no Japão.

Felipe Massa foi apenas o 14º colocado deste segundo treino, depois de ter ficado em 11º lugar na primeira parte do dia. O brasileiro foi superado de forma contundente pelo seu companheiro de Williams, o finlandês Valtteri Bottas, que terminou a segunda sessão com uma expressiva terceira posição, após abrir o dia sendo o quarto piloto mais rápido do grid.

Bottas cravou 1min36s279 para fechar os treinos iniciais de Suzuka em terceiro lugar. Esse tempo foi quase um segundo mais lento do que o obtido por Rosberg, fato que serviu para deixar claro o domínio da Mercedes, que hoje tem Hamilton na ponta do campeonato, apenas três pontos à frente do seu parceiro de equipe.

Já Fernando Alonso, que havia sido o terceiro colocado no primeiro treino do GP do Japão, foi apenas o sétimo na segunda sessão livre, na qual acabou sendo superado também pelo inglês Jenson Button (McLaren), pelo alemão Sebastian Vettel (Red Bull) e pelo finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari), que ficaram respectivamente no quarto, quinto e sexto lugares.

O dinamarquês Kevin Magnussen (McLaren), o russo Daniil Kvyat (Toro Rosso) e o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) fecharam, nesta ordem, o grupo dos dez mais bem colocados do segundo treino livre, que foi marcado por vários acidentes em sua parte inicial. O japonês Kamui Kobayashi, da Caterham, Ricciardo e o mexicano Esteban Gutiérrez (Sauber) deixaram escapar seus carros e acabaram batendo.

MALDONADO É PUNIDO – O venezuelano Pastor Maldonado, por sua vez, precisou trocar o sexto motor de sua Lotus nesta temporada e, com isso, foi punido com a perda de dez posições no grid de largada da prova japonesa. Ele foi apenas o 16º colocado do último treino do dia no Japão.

O GP do Japão contará com mais um treino livre, marcado para começar às 23 horas (de Brasília) desta sexta-feira, enquanto a sessão classificatória para o grid será iniciada às 2 horas deste sábado. A corrida deverá ocorrer a partir das 3 horas deste domingo, mas a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) informou nesta sexta que não descarta a possibilidade de antecipar o horário da corrida para evitar o risco de a mesma ser atingida pela chegada do tufão Phanfone, que está se formando no Oceano Pacífico e é esperado para atingir a região do circuito de Suzuka no domingo.