Hamburgo apresentou formalmente a sua candidatura aos Jogos Olímpicos de 2024 nesta quarta-feira, na esperança de levar o evento de volta para a Alemanha pela primeira vez em 52 anos. As lideranças da cidade e do esporte olímpico alemão assinaram os documentos da candidatura e os enviaram ao Comitê Olímpico Internacional (COI).

“Nós convidamos a família esportiva internacional a conhecer nosso claramente colorido e cada vez mais diversificado país”, disse o presidente do Comitê Olímpico da Alemanha, Alfons Hoermann.

O prefeito de Hamburgo, Olaf Scholz, declarou que a cidade pode lidar com a Olimpíada e o afluxo de refugiados para a região. Ele acrescentou que a chegada de milhares de imigrantes para a Alemanha é um sinal da reputação receptiva do país.

“Agora, podemos ver quantas pessoas estão vindo para a Alemanha, os Jogos Olímpicos são um sinal que aponta na mesma direção”, disse Scholz. “Espero que o

entusiasmo ligado aos Jogos leve todos nós para a frente”.

O prefeito disse que a cidade portuária se vê como um “porta de entrada para o mundo” e tem como objetivo mostrar que “Jogos Olímpicos transparentes, compactos e modernos são possíveis em nossa cidade”. A candidatura ainda passará por um referendo com os residentes de Hamburgo em 29 de novembro.

Hamburgo tenta levar os Jogos para a Alemanha pela primeira vez desde que Munique sediou a Olimpíada de 1972. Munique fracassou em uma tentativa de ser escolhida a sede dos Jogos de Inverno de 2018 e desistiu de se candidatar ao evento de 2022 após a ideia ser rejeitada em um referendo.

Hoermann disse que os Jogos de Munique-1972 mostraram como a Olimpíada pode trazer “benefícios a longo prazo aos cidadãos da cidade-sede”. Ele afirmou que 90% dos locais de competição estarão de dentro de um raio de dez quilômetros da Vila Olímpica.

Paris, Roma, Los Angeles e Budapeste são as outras candidatas declaradas aos Jogos Olímpicos de 2024. O prazo para a formalização das candidaturas é o dia 15 de setembro. O COI vai escolher a cidade-sede em setembro de 2017.