enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Quinteto fantástico

Há 86 anos, o Paranaense não tinha tantos artilheiros

  • Por Ricardo Brejinski

Se a disputa do título do segundo turno se limita a três concorrentes, com Londrina, Atlético e J.Malucelli abrindo vantagem dos demais adversários a seis rodadas do fim desta fase, o mesmo não pode se dizer da artilharia do Campeonato Paranaense. Após os jogos de domingo, nada menos do que cinco jogadores dividem o “status” de artilheiro do Estadual: Celsinho e Neílson, do Tubarão; Potita, do Jotinha; Alex, do Coritiba, e Douglas Coutinho, do Furacão – todos com 8 gols.

Uma disputa, porém, que ficou acirrada apenas recentemente. No início da competição, Celsinho despontou com o grande goleador do campeonato, com cinco gols nas três primeiras rodadas. Depois, diminuiu sua média de gols e viu os concorrente encostarem, principalmente neste segundo turno, quando o camisa 10 do Tubarão balançou as redes apenas uma vez. Pior: o jogador ficou de fora de dois jogos, por conta da suspensão imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR), e ainda terá de cumprir mais duas partidas de suspensão.

Já seu companheiro de LEC, o atacante Neílson, vem melhorando a média. Se no primeiro turno o camisa 9 já havia marcado cinco gols, só neste returno foram mais três (dois na rodada passada) em apenas cinco jogos. Mesma trajetória de Potita, do J.Malucelli. O jogador terminou a primeira metade do Estadual com cinco gols e nas quatro partidas que disputou no segundo turno já marcou outros três.

No entanto, os que mais cresceram de produção nesta metade final foram os atletas da dupla Atletiba. Alex e Douglas Coutinho, mesmo não sendo centroavantes, assumiram a responsabilidade de marcar os gols e serem os diferenciais de suas equipes. O camisa 10 coxa-branca já havia sido decisivo para o Alviverde ao marcar o gol do título do primeiro turno. No entanto, no returno o atleta já balançou as redes nada menos do que seis vezes, em apenas quatro partidas (não jogou na vitória por 3 x 0 sobre o J.Malucelli). O meio-campista é responsável por 60% dos gols do time no segundo turno – quando atuou, o único gol que não marcou foi o primeiro da vitória por 2 x 0 sobre o Cianorte.

Já Douglas Coutinho tem uma média de um gol por jogo nesta segunda etapa e foi o autor de 45,4% dos gols atleticanos, sendo decisivo em pelo menos três confrontos. Um aproveitamento muito superior ao do primeiro turno, quando balançou as redes três vezes, em oito partidas.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

5 Comentários em "Há 86 anos, o Paranaense não tinha tantos artilheiros"


LCJ Andrade
LCJ Andrade
5 anos 8 meses atrás

Celsinho: prejudicado pela suspensão. Alex beiçola: prejudicado pelo K-goto, provocado pelo marmitão azedo do “novo” refeitório do virsão.

André Corrêa do Nascimento
André Corrêa do Nascimento
5 anos 8 meses atrás

LCJ Andrade pod ter inveja mesmo …..
Afinal o CAPiada é um grande time mesmo
que só ganho a marmela cup e nada mais
só perde paras times reservas …

jonhson cummins
jonhson cummins
5 anos 8 meses atrás

Meu Deus: isto ainda joga parece que o cara tem 90 anos

LCJ Andrade
LCJ Andrade
5 anos 8 meses atrás

Qdo vi o link sob uma foto do Alex pensei que “há 86” anos atrás o véinho de ouro tbm disputava a artilharia.

ANDRE GULHERME JOJIMA
ANDRE GULHERME JOJIMA
5 anos 8 meses atrás

kkkkkkk

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas