O técnico Guto Ferreira encerrou a espécie de “intertemporada” do Internacional na cidade de Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, com um treinamento fechado para a imprensa nesta quinta-feira. Foi a primeira semana livre que o treinador teve desde que assumiu o time colorado, no início deste mês.

Guto Ferreira utilizou a última atividade com o elenco para montar a equipe que enfrentará o Boa, no próximo sábado, às 16h30, no Beira-Rio, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho tenta a segunda vitória seguida na competição. Na rodada passada, o Inter bateu o Brasil de Pelotas, fora de casa, por 1 a 0, e assumiu a quarta colocação na tabela, com 17 pontos.

Ao restringir o acesso aos trabalhos que comandou com o grupo de jogadores, o treinador da equipe colocada não deu pistas sobre o time que colocará em campo para enfrentar os mineiros.

O lateral-esquerdo Uendel é desfalque certo. O jogador está suspenso e, por isso, não poderá atuar na próxima partida. O zagueiro argentino Cuesta e o atacante uruguaio Nico López, que se recuperam de lesão, são dúvidas. A escalação deverá ser divulgada somente uma hora antes da partida por Guto Ferreira, que despistou sobre a dúvida na lateral.

“Não revelarei o time. Trabalharemos da melhor maneira possível. Teremos uma equipe competitiva. O Edenílson (volante que tem o contrato de empréstimo perto do fim) tem a rotina, a experiência do setor. Isso auxilia. Você não terá os guerreiros em todas as batalhas”, destacou Guto em entrevista coletiva.

Apesar do mistério adotado pelo comandante, o Inter deverá entrar em campo contra o Boa com a seguinte formação: Danilo Fernandes; Junio, Klaus, Danilo Silva (Víctor Cuesta) e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Charles, Fabinho e D’Alessandro; Eduardo Sasha e Brenner. A delegação colorada volta a Porto Alegre na tarde desta quinta e na manhã de sexta fará o último treino antes da partida contra o Boa.