O brasileiro Guilherme Guido deu sinais de que pode brigar por uma medalha na prova dos 50 metros costas no Mundial de esportes aquáticos, que acontece em Roma, na Itália. Na manhã deste sábado, ele avançou às semifinais com o melhor tempo, batendo o recorde da competição. Ao nadar a distância em 24s49, Guido superou a marca do alemão Thomas Ruprath, de 24s80, feita no Mundial de Barcelona, em 2003.

“Se fizer tudo certo outra vez, dá para baixar mais esse tempo”, disse Guido, confiante. “Estava esperando uma marca boa nesta prova desde o Troféu Maria Lenk. Lá nadei batendo na raia porque treino no Pinheiros, em piscina coberta, me orientando pelo teto, e me perdi no parque aquático aberto. Mas dessa vez isso não aconteceu e espero um bom resultado na final”, afirmou o brasileiro, lembrando a competição disputada em maio deste ano, no Rio de Janeiro.

Além de Guido, o Brasil também estará representado por Daniel Orzechowski nas semifinais dos 50 metros costas, que serão realizadas ainda neste sábado. Orzechowski se classificou com o 14.º melhor tempo, nadando a distância em 24s97. Já o norte-americano Aaron Peirsol decepcionou na prova. Ouro nos 200 metros costas nesta sexta-feira, ele conseguiu apenas a 22.ª posição, com o tempo de 25s30, e foi eliminado.