São Paulo – Animado com a classificação para as semifinais do ATP Tour de São Petersburgo, na Rússia, depois de vencer Vincent Spadea por 6/4 e 7/6 (7/4), Gustavo Kuerten mandou um aviso: “O ano não acabou ainda”. Com motivação extra, Guga desafia hoje o espanhol Alex Corretja, revivendo a final de Roland Garros de 2001, em busca de uma vaga na decisão. O jogo será às 8h, de Brasília, e logo a seguir o alemão Rainer Schuettler enfrenta o romeno Sargis Sargsian pela outra semifinal.

“Já dá para começar a sentir novamente o gostinho da disputa de um título”, disse Guga, que neste ano confirma ter melhores resultados em quadras rápidas, no lugar de seu piso então preferido, o saibro. Na atual temporada foi campeão em Auckland, chegou a final de Indian Wells, as semifinais do Brasil Open, todas no cimento, e agora vai a semifinal no carpete.

Diante de Corretja, Guga espera outros momentos de inspiração.