O Guarani segue o seu calvário no Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta sexta-feira, o time paulista foi derrotado pelo ASA-AL por 3 a 2, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, pela 12.ª rodada. O gol da vitória alagoana saiu aos 45 minutos do segundo tempo, em uma cobrança de pênalti. O Guarani chega ao seu oitavo jogo sem vitória, sendo a quinta derrota consecutiva. Por outro lado, o time de Alagoas segue invicto como mandante e conquista a sua quinta vitória em seis jogos em casa.

Desta maneira, o ASA salta para a nona colocação, com 17 pontos, se distanciando da zona de rebaixamento e ficando mais próximo do G-4, o grupo de acesso. Do outro lado, o Guarani está na penúltima colocação, com somente nove pontos. A última vitória do time bugrino aconteceu no dia 10 de junho, quando fez 2 a 0 diante do Boa-MG, em Campinas.

O primeiro tempo começou com tudo. Logo aos quatro minutos, o ASA ficou em vantagem no placar. Marielson invadiu a área e “cavou” o pênalti, assinalado de forma errada pelo árbitro. Lusmar, que estava no lance, ainda recebeu o cartão amarelo. Raul cobrou no canto direito de Emerson, que acertou o lado, mas não conseguiu a defesa.

O Guarani, porém, foi ao ataque e chegou ao empate aos nove minutos. O zagueiro Gabriel aproveitou a sobra dentro da área e bateu forte para empatar o jogo em Arapiraca. Mas o ASA voltou a ficar em vantagem aos 19. O zagueiro Emerson ficou com o rebote dentro da área e chutou colocado.

A situação do time paulista se complicou aos 34 minutos, quando Gabriel recebeu segundo cartão amarelo e foi expulso. Apesar da desvantagem numérica, o time de Campinas chegou novamente ao empate. Aos 37, Felipe adiantou a bola, invadiu a área e chutou forte no centro do gol para igualar o placar.

Buscando aproveitar o fato de ter um jogador a mais, o ASA voltou para o segundo tempo com o atacante Vitinha na vaga do volante Fabinho Romão. A alteração do técnico Vica quase surtiu efeito. Aos 36 minutos, após cruzamento na área, Vitinha testou colocado e a bola carimbou a trave esquerda do gol defendido por Emerson.

Já no final do jogo, Dadá desviou cruzamento com o braço uma bola que ia em direção ao gol. O árbitro assinalou pênalti para o ASA, além de expulsar o bugrino. Emerson cobrou o pênalti no canto esquerdo, deslocou o goleiro do Guarani para o lado oposto e garantiu a vitória alagoana, aos 45 minutos.

Agora, pela 13.ª rodada, os times voltam a campo na próxima terça. O ASA joga fora de casa, às 21h50, diante do Salgueiro. O Guarani recebe o Duque de Caxias, às 19h30, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

Ficha técnica

ASA 3 x 2 Guarani

ASA – Gilson; Leandro Cardoso, Thiago Alves e Emerson; Raulen (Reinaldo Alagoano), Fabinho Romão (Vitinha), Raul (Chiquinho Alagoano), Marielson, Didira e Chiquinho; Alexsandro. Técnico: Vica.

Guarani – Emerson; Dadá, Aílson, Gabriel e João Paulo; Lucas, Lusmar, Mika e Felipe (Geilson); Fabinho (Everton Páscoa) e Denílson (Ancelmo). Técnico: Giba.

Gols – Raul (pênalti), aos 4, Gabriel, aos 9, Emerson, aos 19, e Felipe, aos 37 minutos do primeiro tempo; Emerson (pênalti), aos 45 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Chiquinho e Reinaldo Alagoano (ASA); Lusmar, Denílson, Ancelmo e Everton Páscoa (Guarani).

Cartões vermelhos – Gabriel e Dadá (Guarani).

Árbitro – João Bosco Sátiro da Nóbrega (PB).

Renda e público – Não disponíveis.

Local – Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL).