O Guarani venceu o Goiás, por 3 a 2, ontem à tarde, no Estádio Brinco de Ouro, se reabilitando no campeonato brasileiro. Depois de sofrer duas derrotas seguidas em casa, para Santos e São Paulo, o time campineiro conseguiu três pontos na estréia do técnico Barbiéri, que substituiu Pepe. O Guarani, agora, tem 21 pontos, enquanto o Goiás continua com nove, na lanterna.

O jogo foi bastante movimentado, embora com um desenho já esperado: o Guarani tomando a iniciativa ofensiva, com o Goiás optando pelo contra-ataque. O problema é que os atacantes Wagner e Rodrigão ficaram muito isolados no ataque, sendo facilmente marcados pela defesa reserva do time goiano. No Goiás, destaque para a velocidade de seus atacantes, principalmente Dimba e Araújo.

O Guarani abriu o placar com Paulão, de cabeça, aproveitando o escanteio cobrado por Alex e desviado pelo zagueiro Renato. O Goiás empatou com Dimba, cobrando uma falta duvidosa, aos 34?, quando a barreira abriu atrapalhando o goleiro Jean. Mas, aos 45?, em bela jogada individual, Alex passou por um zagueiro e chutou rasteiro, meio sem ângulo, para desempatar.

No segundo tempo, o Goiás voltou com o meia Danilo no lugar do volante Marabá e bem mais bem posicionado em campo. Aos 12?, o esperto Araújo passou por Ruy e empatou. O jogo mudou a partir dos 20?, quando o zagueiro Rodolfo exagerou na força, ao cometer falta sobre Wagner, e foi expulso.

O técnico Cuca foi obrigado a sacrificar o meia Gil Baiano para a entrada do zagueiro Cléber. Mas o Guarani mandou no jogo, chegando ao terceiro gol aos 24?, de novo, com Paulão, de cabeça. Desta vez ele aproveitou o cruzamento de Ruy, pelo lado esquerdo.

O Goiás teve uma boa chance no minuto seguinte, quando Araújo acertou a trave de Jean. Depois ainda tentou o empate na base do tudo ou nada, mas não teve êxito.

Ficha Técnica

Guarani: Jean; Ruy, Paulão, Bruno Quadros e Gilson; Reinaldo, Leandro Guerreiro (Lúcio), Simão (Reinaldo) e Alex; Wagner (Rafael Silva) e Rodrigão. Técnico: Barbiéri. Goiás: Gilmar; Gustavo, Rodolfo, Renato e Leandro Smith; Simão Josué (Tiago), Marabá (Danilo) e Gil Baiano (Cléber); Dimba e Araújo. Técnico: Cuca. Gols: Paulão aos 25?, Dimba aos 34? e Alex aos 45? do 1.º tempo; Araújo aos 12? e Paulão aos 24? do 2.º. Renda: R$ 23.380,00. Público: 2.514 pagantes. Árbitro: Edilson Soares da Silva (RJ). Cartão amarelo: Paulão, Leandro Guerreiro, Simão, Renato e Leandro Smith. Cartão vermelho: Rodolfo. Local: Brinco de Ouro (Campinas).