O Grêmio visita o Corinthians nesta quarta-feira, às 22 horas, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela 24.ª rodada, na partida que vai dizer quais serão as pretensões do time tricolor no restante do Campeonato Brasileiro. Se vencer, entra com tudo na briga pela taça, pois ficará a apenas três pontos da liderança. Se perder, a distância aumentará para nove e será muito difícil tirar essa vantagem da equipe paulista – restará a disputa pela vaga na Copa Libertadores.

A partida colocará frente a frente equipes que vivem excelente momento na competição. O Grêmio está invicto há sete jogos, com cinco vitórias e dois empates. O Corinthians não perde no Brasileirão há 15 partidas, com 12 triunfos e três igualdades. E o segredo do sucesso de ambos está no setor defensivo. Não é à toa que são os times menos vazados, com apenas 18 gols sofridos em 23 rodadas.

O Grêmio terá um desfalque importante no setor de marcação. O volante e capitão Maicon sentiu um incômodo muscular na perna esquerda e não foi relacionado. Edinho, que tem entrado com frequência na equipe, será o substituto.

“É o jogo que todo jogador sonha jogar. Vamos encarar o líder, sabemos a dificuldade que é enfrentar o Corinthians em São Paulo. Trata-se de um jogo difícil, sabemos que vai ser um jogo duro e vamos para vencer”, comentou Edinho. “Temos que ter sangue frio, aproveitar a oportunidade e marcar o gol. A equipe está concentrada, sabemos como eles jogam. O fato que vai definir é a concentração”, completou.

Além dele, o técnico Roger Machado terá outros quatro problemas. O atacante Fernandinho, que tem dores nas costas, não foi relacionado. Já o atacante Luan, o goleiro Marcelo Grohe e o zagueiro Erazo estão com suas seleções em amistosos internacionais.

A única boa notícia no Grêmio é o retorno do lateral-direito Galhardo, que estava suspenso. Para o meio de campo, Roger Machado promoverá a entrada de Edinho e, no ataque, Pedro Rocha voltará a ganhar uma chance entre os titulares.