Atacante Fábio fuzila o goleiro Rondineli.

Após quatro anos, Grêmio Maringá e Londrina voltaram a protagonizar o duelo mais tradicional entre equipes do interior do estado. É o “Clássico do Café”. A partida foi realizada ontem, no Estádio Willie Davis, em Maringá, e terminou empatada em 2 a 2. Coincidentemente, o resultado manteve ambas as equipes sem vencer no Paranaense 2003.

Mesmo jogando fora de casa, quem saiu na frente do placar foi o Tubarão, através do meia Márcio Alan, aos 36 minutos da etapa inicial. O Londrina jogava melhor e, no início do segundo tempo, ampliou a vantagem. Aos 5 minutos, o zagueiro Dé fez Tubarão 2 a 0.

Mas aí veio a reação do Galo maringaense. Aos 11 minutos da etapa final, o atacante Gerson Lentes diminuiu a vantagem londrinense para 2 a 1. Logo depois veio o empate. Val Baiano, que havia entrado no lugar do meia Leonardo deixou tudo igual aos 25 minutos do segundo tempo.

Grêmio Maringá 2×2 Londrina

Grêmio: Rondineli, Moreira, Josimar (Jânio), Dézinho e Fábio Gomes (Boré); Marco Antônio, Ferreira, Leonardo (Val Baiano) e Souza; Gerson Lentes e Osni. Técnico: Pinho.

Londrina: Marcelo, Jamur, Marcão, Dé e Alexandre (Fabinho); Dário, Rocha, Márcio Alan e Valdeir; Zaltron (Paraguaio) e Fábio Zeni. Técnico: Roberto Fernandes.