Os jogadores do Atlético lamentaram o empate de ontem contra o Palmeiras, por 2 x 2, na Vila Capanema. Apesar da conscientes de que o caminho ficou complicado, estão otimistas para a partida de volta, na Arena Barueri, na próxima quarta-feira. O Furacão precisa de uma vitória simples ou de um empate de três ou mais gols para seguir na competição.

O goleiro Rodolfo, que mais uma vez foi destaque impedindo o time paulista de fazer outros gols, também foi o mais crítico do grupo. “Complicou. Na Copa do Brasil não pode tomar gol e tomamos dois. Agora é buscar a vitória lá. Tem que chegar lá para ganhar”, disse.

Rodolfo cobrou os erros de finalização dos colegas, principalmente no primeiro tempo, que poderiam ter mudado a história do jogo. A melhor estratégia, segundo ele, agora é tentar esquecer o novo tropeço, porque sábado tem novo desafio para o time: a estreia na Série B, contra o Joinville, fora de casa. “Perdemos muitos gols, não chutamos e isso serve para aprender e pensar no Joinville para ganhar lá”, disse.

O volante Deivid, que também ajuda no setor defensivo, foi outro a reclamar dos erros de ataque, mas mantém um otimismo grande para o jogo da volta. “Não deu, só saímos com o empate. A equipe lutou, no segundo tempo cansou, mas não tem nada perdido”, avaliou o volante.