O goleiro do Borussia Dortmund, Roman Weidenfeller foi suspenso por três jogos e multado em 10 mil euros (cerca de R$ 26 mil), nesta quinta-feira (23), por racismo.

No clássico da região do vale do Ruhr entre sua equipe e o Schalke 04, no sábado, o arqueiro colidiu com o atacante rival Gerald Asamoah – que nasceu em Gana, mas é naturalizado alemão e já atuou diversas vezes pela seleção do país -, ficou irritado e o chamou de "porco preto".

Weidenfeller se desculpou com o atacante do Schalke (que venceu a partida por 4 a 1) após o jogo, mas negou ter falado tais palavras. Mesmo assim, a Federação Alemã de Futebol iniciou uma investigação. Ambos jogadores foram interrogados e foi constatada a ofensa dita pelo goleiro, que foi punido.