O goleiro Danilo, que chegou com vida ao hospital San Vicente Fundacion, não resistiu aos ferimentos. Aos 31 anos, ele é 71ª vítima do trágico acidente aéreo envolvendo a Chapecoense. O clube iria decidir amanhã, em Medellín, a Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, da Colômbia. Com isso, são agora cinco sobreviventes.

Danilo iniciou a carreira de jogador profissional em sua cidade natal, no time do Cianorte. Após passar por Operário e Arapongas, foi contratado pelo Londrina em maio de 2011. Em setembro de 2013, assinou com a Chapecoense.