Tainha vai jogar domingo contra o Iraty. Segunda, o gerente de futebol do Roma, Jasmir Evangelista, anunciou que o atacante desfalcaria a equipe por estar suspenso. No dia seguinte, o mesmo dirigente desfez o equívoco: “Ele recebeu o segundo e não o terceiro cartão amarelo”.

Tainha é o artilheiro do paranaense, com onze gols. Mas para que ele siga na disputa, depois de domingo, só os seus gols não vão bastar. O Roma, além da vitória, depende de um tropeço do Cianorte, em casa, contra o Malutrom para ser um dos semifinalistas do estadual.

Abaixo de Tainha, está Souza, da Adap, que não joga mais porque foi negociado com o futebol da Coréia do Sul. O meia marcou dez gols. Por isso, o maior concorrente do jogador do Roma é Washington, do Atlético, hoje com nove.