O Goiás conseguiu sobreviver na Série A, escapando da degola numa vitória dramática por 2 a 1 sobre o Internacional, na tarde deste domingo no Serra Dourada (GO).

O Goiás começou equilibrando as ações com o adversário, com Paulo Baier aproveitando com perigo as cobranças de falta. Porém o Inter não se acomodou. Aos 13 minutos, em falta pela esquerda cobrada por Wellington Monteiro, Orozco subiu e marcou 1 a 0 de cabeça.

A partir daí, a partida alternou alegria, suspense e desânimo no meio da torcida, sob calor de 35 graus. Fabiano Oliveira acertou o travessão, aos 29 minutos, mas o empate chegou aos 31. Cléber Goiano arrancou com Fabiano, que trocou passes rápidos com Élson. Este entrou livre na área para acertar o canto de Clemer. Na etapa final, Abel Braga se aborreceu com a lentidão do time e trocou Fernandão e Iarlei por Roger e Adriano. Mas quem atacou melhor foi Goiás. Paulo Baier raspou o travessão, aos 7 minutos.

O gol da virada teve contornos dramáticos. Aos 9 minutos, Jorge Luiz derrubou Vitor na área. O árbitro marcou penalidade para o Goiás bater, e o goleiro Clemer defendeu a cobrança de Paulo Baier, adiantando-se. O juiz mandou voltar, e Clemer defendeu a segunda cobrança de Paulo Baier, novamente se adiantando de forma irregular.

O árbitro mandou a cobrança ser executada de novo. Na terceira tentativa, Elson substituiu o companheiro e marcou, acertando o canto esquerdo de Clemer. O placar de 2 a 1 salvou o Goiás de uma de suas piores temporadas em 34 anos de disputas do Campeonato Brasileiro, graças também ao empate do Corinthians diante do Grêmio em 1 a 1, que rebaixou o time paulista.