O ponteiro Giba está cada vez mais perto de voltar às quadras. O capitão da seleção brasileira masculina de vôlei publicou nesta quarta-feira em seu Twitter que a fratura na tíbia que o obrigou a passar por uma cirurgia já está consolidada. Ali, também postou uma foto do exame de imagem que mostra o osso sem fissuras, apoiado na haste de titânio colocada durante a operação.

“Bom dia, Brasil. Ontem (terça-feira) recebi uma ótima noticia. Está consolidada a fratura”, escreveu em sua conta no microblog. Mais tarde, agradeceu às “orações e mensagens de carinho”, afirmou que estava saindo para treinar e mostrou o que mais o incentiva a voltar: “Ouro pra nós!”

Operado da tíbia esquerda em 13 de fevereiro, Giba tinha a expectativa de voltar a treinar em dois meses. Inicialmente, a previsão era de que ele depois precisasse de mais um mês de recuperação para voltar a jogar. Desta forma, o capitão do Brasil deve conseguir chegar aos Jogos de Londres com condições de ajudar a seleção a recuperar a medalha de ouro.

Giba sofria com dores na canela esquerda há aproximadamente cinco meses e decidiu operar em fevereiro para ter tempo de se recuperar para a Olimpíada. Tricampeão mundial e medalhista de ouro na Olimpíada de Atenas, em 2004, Giba espera poder encerrar a sua trajetória na seleção brasileira com a disputa dos Jogos de Londres. Por causa da fratura na canela, o jogador da Cimed perdeu toda a Superliga.