Chegou a hora do Rubro-Negro parar de contar apenas com a incompetência de seus adversários em não somar pontos e se ajudar, conquistando vitórias que o afastem definitivamente da zona de rebaixamento.

Assim, a escalação do “novo Atlético” primará pela experiência. Gustavo – que foi campeão brasileiro pelo clube em 2001 – entrará na zaga e atuará como titular pela 1.ª vez neste ano, substituindo Rhodolfo que permanece no departamento médico.

Outros atletas bem rodados também serão explorados nos demais setores da equipe como Kelly no meio-campo; Joãozinho e Rafael Moura no ataque e Alberto na lateral direita.

“São jogos importantes e um pouco de experiência ajuda com certeza. É mesclar com a juventude para nós conseguirmos o resultado positivo que nos dará os 3 pontos e também impossibilitará que eles (Fluminense) somem pontos”, analisou Alberto.

Segundo Kelly, diante do Fluminense, o Atlético entrará em campo com a obrigação de vencer. “Em todos os jogos na Arena temos a obrigação do resultado positivo e na situação que a equipe se encontra, faltando 10 rodadas, com certeza, a obrigação aumenta e temos consciência disso”, afirmou.

No entanto, pelos últimos resultados das duas equipes, o Furacão terá uma pedreira pela frente. A última vitória do time paranaense na Arena ocorreu em 2005, quando venceu por 3 a 2. Em 2006 perdeu (2 a 1); 2007 empate (1 a 1) pelo Brasileirão e derrota (1 a 0) pela Copa do Brasil.