O meia Paulo Henrique Ganso não quer perder um dia sequer em sua longa recuperação da cirurgia realizada no joelho esquerdo. Nesta segunda-feira, enquanto todo o elenco do Santos folgou, o jogador compareceu ao CT Rei Pelé para trabalhar, dando continuidade às atividades de fisioterapia.

Operado no último dia 28 de agosto para a reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, Ganso só voltará aos gramados no ano que vem, perdendo o restante do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o meia da seleção brasileira quer abreviar ao máximo o tempo de recuperação estimado, de seis a oito meses.

Além de trabalhar no dia seguinte ao empate sem gols do Santos com o Flamengo, no Maracanã, Ganso também promete continuar a sue recuperação nesta terça, em pleno feriado de 7 de setembro. “Amanhã estarei aqui novamente e em dois períodos. Quero ficar bom logo”, garantiu o meia santista.

Tendo uma “evolução tranquila”, segundo o médico santista Avelino Buongermino, Ganso passará por uma avaliação na quinta-feira. O meia será examinado pelo ortopedista José Ricardo Pécora, mesmo que realizou a cirurgia no joelho.